domingo, 15 de agosto de 2010

O olhar leonino à nova época: Recuperação e confiança

A temporada passada, para o Sporting, foi a todos os níveis negra: equipa apática, sem chama, sem assomo de brilhantismo, apenas sustentada por alguns momentâneos balões de oxigénio, sem qualquer conquista. Para um clube com o historial dos leões, habituado a situar-se nos primeiros lugares, depois de quatro vice-lideranças consecutivas, a derrapagem deixou marcas. O orgulho ficou ferido. Há, por isso, que esquecer o passado e apontar baterias ao título. Para a nova temporada, com Paulo Sérgio no comando e um renovado lote de jogadores, o Sporting parte com ambições renovadas. Para apagar a temporada anterior e, sobretudo, recolocar-se na luta pelo título de campeão nacional. É isso que se exige. O FUTEBOLÊS, neste primeiro Olhar à nova época, colocou cinco questões a Nuno Mourão, sportinguista dos sete costados. Prova disso é o facto de ser administrador de um site de apoio ao clube.

FUTEBOLÊS: Um pesadelo que ficou para trás e uma nova vida pela frente. O Sporting tem capacidade para passar uma borracha sobre o passado?
NUNO MOURÃO: Não tenho qualquer dúvida. Relembro que estamos a falar de um dos maiores clubes do Mundo a nível de títulos, um clube centenário, com uma forte raiz ecléctica, um clube com milhões de adeptos em todo o Mundo. O Sporting Clube de Portugal, através dos seus adeptos, irá ter sempre capacidade de se regenerar e, com isso, apagar (aprendendo) os momentos menos dignos da sua História. A grandeza do clube assim o obriga.

João Moutinho e Miguel Veloso, dois jogadores formados em Alvalade, deixaram o clube. É sinal de uma mudança de atitude?
Julgo que as referidas vendas se devem mais a uma necessidade financeira do que a uma alteração de atitude ou matriz do clube, relembro que temos na equipa principal mais um jovem a despontar, jovem esse que julgo que será um grande jogador: Diogo Salomão. O Sporting (tal como todo o Mundo) vive uma difícil situação financeira, o que o obriga a vender os seus mais valiosos activos. Considero também que se reforçou convenientemente nessas posições pelo que apenas no final da época poderemos fazer uma correcta análise sobre se foram (ou não) bons negócios para o clube.

Que análise faz do plantel?
Do meu ponto de vista o plantel está mais equilibrado do que na época passada. Evaldo parece ser um excelente jogador que vem colmatar um problema que tínhamos nessa lateral. O Maniche, em forma, tem tudo para (em conjunto com o Pedro Mendes) ser o patrão do meio-campo leonino. A saída de Moutinho pode permitir a "explosão" do Matías Fernández e as aquisições do Zapater e, principalmente, do Valdés vieram trazer mais força à equipa.

O Sporting parte em pé de igualdade com os rivais na luta pelo título?
O Sporting parte sempre em vantagem em relação a qualquer clube. Temos os melhores adeptos do Mundo, logo temos uma grande mais-valia que os outros não possuem!

Quais são as maiores virtudes deste novo leão? E defeitos?
Penso que a maior virtude passa pela forma como o Costinha está a gerir a estrutura. Era, do meu ponto de vista, necessário uma mão mais pesada na gestão do clube. Costinha trouxe essa força. O ponto mais fraco, tal como nos últimos anos, é a forma como continuamos a permitir que a comunicação social trate o Sporting. Temos que nos dar ao respeito e fazer entender à imprensa (maioritariamente encarnada) que estão a falar do Sporting Clube de Portugal, a maior potência desportiva nacional, e que esse facto é merecedor de um respeito que, até ver, não existe.

NOTA: O questionário foi realizado antes do início do campeonato português.

7 Comentários:

Anónimo disse...

Post a roçar o cómico

Pensava que aqui podia ler artigos isentos, enganei-me
Escrito por um Benfiquista,ou por um Portista, apenas mudando os nomes dos jogadores e mais uma coisa ou outra e seria igual a tantos escritos de adeptos fanáticos e com a mania da perseguiçao

Digo desde já que sou Benfiquista, e que me recuso a embarcar neste tipo de discurso ridiculo, venha ele de um Benfiquista Sportinguista ou o que quer que seja...

Viva a cultura pimba, viva ao complexo Calimero, viva ao Futebol Portugues

Ricardo Costa disse...

Anónimo,

Sinceramente, não percebi o comentário. O que acha de tão cómico? A introdução de dez linhas que escrevi ou as respostas, a cinco perguntas por mim colocadas, do Nuno Mourão, um adepto sportinguista? - verá, nos próximos dias, respostas de adeptos do Benfica, do Sp.Braga e do FC Porto.

Anónimo disse...

tem razao

precipitei-me e pensei que tinha sido o Ricardo a escrever...
mais tarde voltei a ler e percebi que era uma entrevista...é o que dá ler na diagonal,velho hábito de estudo...

sinceras desculpas ,

que continue o belissimo blog

ps-mantenho o que disse em relação às respostas, fosse ele de que clube fosse...

Ricardo Costa disse...

Anónimo,

Agradeço-lhe o comentário. Já rectifiquei para que não fiquem quaisquer dúvidas.

Anónimo disse...

Queria só dizer que gosto muito de ler o seu blog e que o leio diariamente, estando nos meus top 3 dos favoritos...
Gosto da isenção e do estilo...
Muito bom e tenho pena em ver que nao tem muitos comentários, espero que tenha bastantes visitas porque merece
o primeiro artigo que li foi sobre o Benfica-Sporting da época passada e fiquei rendido,
Quando hoje em dia o futebol em Portugal é a nivél de imprensa,dirigentes e maior parte do público, um futebol pimba, de agressividade e suspeitas disto e daquilo é bom poder ler futebol e desporto de um modo nobre...

Ricardo Costa disse...

Anónimo,

Obrigado pelas palavras. Continue a passar por cá, comente, dê a sua opinião, deixe sugestões, críticas ou o que achar conveniente.

Um abraço.

JornalSóDesporto disse...

Boa crónica.

FUTEBOLÊS © 2008 Template by Dicas Blogger.

TOPO