terça-feira, 3 de novembro de 2009

Exigência sem lucidez

Após o empate com o Marítimo, os adeptos do Sporting contestaram a equipa. Têm todo o direito para o fazer, aliás. No entanto, devido à acção de algumas centenas de apoiantes leoninos, as forças de intervenção policiais foram mesmo obrigadas a agir. Facilmente se percebe que existiu uma extrapolação daquilo que é o futebol. O resultado obtido pela equipa, juntado-o a outros, fez com que a paciência dos adeptos ficassem totalmente esgotada. Todos o compreendem, mas, também aqui, é preciso ser bem ciente dos limites. A essência do futebol é completamente esquecida quando se parte para o confronto verbal e até físico. Entra, então, o célebre problema das claques organizadas devido ao exagero que levam a cabo.

Em qualquer equipa tem que haver pressão. Nenhum jogador se deverá sentir realmente motivado para jogar futebol se souber que, mesmo que esteja num plano péssimo, tudo lhe será perdoado. À medida que as ambições e a grandeza de determinado clube aumentam, evidentemente que também a cobrança feita pelos adeptos ganha maior relevo. Quem investe milhões, quem está no topo do futebol mundial e conta com os melhores jogadores não se pode dar ao luxo de falhar. No entanto, utilizando uma expressão recente de Jesualdo Ferreira, é necessário que exista uma exigência lúcida. Os resultados não aparecem, vêm os protestos. Mas com regras. Sem ameaças pessoais. Infelizmente, muitos são os que ainda pensam o contrário...

Seja o primeiro a comentar

FUTEBOLÊS © 2008 Template by Dicas Blogger.

TOPO