domingo, 13 de setembro de 2009

Liga Sagres: À volta do quatro

ANÁLISE

Quatro. São as vitórias do Sp.Braga noutros tantos jogos, o que lhe dá a liderança isolada da Liga Sagres pois foi a única equipa a conseguir ganhar em todas as partidas. Quatro foram também os golos marcados por FC Porto, Benfica e União de Leiria. Venceram e convenceram, todos eles. Os portistas bateram o Leixões, a única equipa que, na temporada transacta, havia ganho no Dragão; no Restelo, os encarnados voltaram a demonstrar um caudal ofensivo muito grande; o recém-promovido Leiria agravou a crise do Vitória de Setúbal, com uma vitória concludente no Bonfim. E, claro, o número cem: são estes os golos alcançada por Liedson no campeonato português.


Estava ainda bem presente na memória dos adeptos portistas a vitória do Leixões, alcançada em pleno Dragão, na época anterior. Foi a última vez que a equipa de Jesualdo Ferreira perdeu em casa, para o campeonato, num jogo que marcou a fase mais complicada e conturbada de 2008-09. Desta vez foi, porém, bem diferente assim como já o havia sido na Figueira da Foz - o local da última derrota na Liga Sagres. A vantagem de quatro golos ao intervalo (golos de Varela, Hulk, Rolando e Falcao), culminando uma primeira parte de luxo, a melhor exibição da época, permitiu a Jesualdo Ferreira fazer a gestão do resultado e também do esforço dos jogadores, pensando no jogo com o Chelsea, na terça-feira, para a Liga dos Campeões. Destaque para a belíssima prestação de Álvaro Pereira, presente nos três primeiros golos.

Após a estrondosa goleada, à antiga, de 8-1, sobre o Vitória de Setúbal, o Benfica tinha pela frente uma, tradicionalmente, deslocação ao Restelo. Sabemos que a melhor forma de contornar as dificuldades que possam surgir é marcar nos primeiros minutos. Foi isso que os encarnados fizeram. Sexto minuto: Saviola, à Maradona, marcou um excelente golo após uma jogada individual. Do lado do adversário, sofrer um golo quase a frio pode significar um desmoronamento da equipa. Não foi, contudo, o que aconteceu ao Belenenses mas, verdade seja dita, o Benfica também não manteve a intensidade de que resultaram os oito golos ante o Vitória. Na segunda parte, Cardozo marcou e esse foi o momento que fez com que a equipa de João Carlos Pereira caísse como um baralho de cartas. Ainda marcaram Javi García e Ramires. 4-0, doze golos em dois jogos.

O Sporting entrou em campo, em Alvalade, frente ao Paços de Ferreira sabendo que os dois rivais tinham vencido e tendo, portanto, com obrigação de vencer. O objectivo foi alcançado, com uma cabeçada de Liedson (o seu centésimo golo no campeonato nacional, em duzentos e cinquenta jogos realizados), já bem perto dos noventa e numa altura em que o resultado estava cada vez mais difícil de desbloquear. Há que dar mérito também ao Paços pela forma como travou os leões. Tratou-se, no entanto, de um jogo com pouca velocidade, demasiadamente interrompido, e sem grande espectáculo proporcionado. Uma vitória importante da equipa do Sporting que se mostrou sempre mais interessada em ganhar e criou mais oportunidades de perigo junto à baliza de Cássio. Segunda vitória consecutiva que mantém a distância de três pontos para Benfica e FC Porto.

O Sp.Braga mantém, então, a liderança isolada da Liga Sagres após ter vencido, de forma complicada é certo, o Marítimo. Além disso, destaque pela positiva para o excelente início do Rio Ave que, cumpridas quatro jornadas, ainda não averbou nenhuma derrota. Defrontou, nesta jornada, o Nacional que, em sentido contrário, não conseguiu vencer nenhum dos seus jogos - soma dois pontos, alcançado com Sporting e Olhanense. Tal como os vila-condenses, também os recém-promovidos Olhanense e União de Leiria ainda não somaram qualquer derrota. Nesta jornada, os algarvios venceram a Académica - ainda à procura da primeira vitória -, ao passo que a equipa de Manuel Fernandes bateu o Vitória de Setúbal, acentuando a crise dos sadinos que contam com um ponto apenas. Na Naval, a saída de Ulisses Morais não produziu efeitos e a equipa figueirense foi derrotada pelo Vitória de Guimarães que, assim, somou a sua primeira vitória.

FUTEBOLÊS © 2008 Template by Dicas Blogger.

TOPO