quarta-feira, 18 de agosto de 2010

A nova época em antevisão - Bernardino Barros

A nova época desportiva em Portugal abriu há pouco mais de uma semana. Começou com a Supertaça Cândido de Oliveira e, logo após, foi dado o pontapé inicial na Liga ZON Sagres 2010-11. Para uma antevisão ao principal campeonato nacional, o objectivo prioritário das equipas portuguesas, o FUTEBOLÊS, à semelhança dos olhares de adeptos dos grandes à nova temporada, colocou cinco perguntas a Bernardino Barros. Sobre o título, para começar. O Benfica abalou com as duas derrotas na abertura da temporada? O Sp.Braga conseguirá voltar a colar-se ao topo? O FC Porto, renovado, voltará a conquistar o campeonato? E o que esperar do Sporting, depois de se ter afundado num mar de pesadelo? Há, para além disso, possíveis surpresas e novas expectativas vindas de equipas menos cotadas. Bom futebol, espectáculos condizentes, intensidade, emoção e luta de igual para igual em todos os jogos, com total desinibição: eis os desejos de qualquer adepto.

FUTEBOLÊS: Pela temporada que realizou no ano passado, mesmo tendo perdido três peças importantes, o Benfica mantém-se na pole-position na corrida ao título ou o início de época com o pé esquerdo baralhou as contas?
BERNARDINO BARROS: A entrada do Benfica na prova não me surpreende, pois cometeu um erro de avaliação na "substituição" de duas peças importantes, Ramires e Di María. O Benfica foi campeão jogando bem e ganhando com aparente facilidade e logicamente "vendeu" mais. Vendeu sucesso, ilusões e jogadores. A base da continuidade no sucesso depende da forma como se colmatam as saídas, e creio que o Benfica não soube posicionar-se no mercado para "substituir" Di Maria. Não sei se ainda irá a tempo de preencher essa vaga (não é nada fácil), mas há que acreditar na capacidade de Jorge Jesus, que tem de demonstrar "jogo de cintura" para adaptar o modo de jogar da equipa de acordo com as características dos seus jogadores. O Benfica tem tudo do seu lado: continuidade do treinador, duas saídas apenas (David Luiz poderá sair?) e a força dos adeptos (apesar dos assobios na primeira jornada) para continuar na primeira linha da corrida ao título. Com o tempo, o Benfica vai entrar na onda das vitórias mas sem o brilhantismo da época passada, até porque já ganhou e há jogadores que não têm enraízado o hábito de querer ganhar sempre.

O Sp.Braga é uma equipa diferente. Terá capacidade para se intrometer na luta pela conquista do campeonato?
O Sp. Braga vem no mesmo seguimento do Benfica. Continuidade do treinador, logo de métodos e princípios, continuidade do núcleo duro do plantel e reforço em qualidade e quantidade do mesmo, sendo por isso uma equipa que poderá fazer o mesmo percurso de sucesso do ano transacto. A acrescer a isto junte-se uma massa associativa cada vez mais perto da equipa (longe vai o tempo em que o presidente António Salvador se queixava da fraca presença de adeptos) e estão reunidos os ingredientes para nova época digna de Guerreiros do Minho. Acredito na capacidade de Domingos Paciência para altos voos e nem mesmo uma possível eliminação da fase de gruois da Champions vai ser motivo de desilusão.

O FC Porto, com uma nova cara, poderá voltar a assentar o seu domínio?
O FC Porto tem novos jogadores e novo técnico, por isso tem que construir de início e com novos métodos. Entrou bem no campeonato e em fase de mudanças entrar a ganhar (e jogar bem) é meio caminho andado para entrar no comboio que o leve ao topo. Urge, no entanto, dar andamento aos dossiês parados (dispensas ou não de Raúl Meireles e Fucile) e encontrar mais um avançado para fazer companhia a Walter e Falcao, além de acertar a compra de um central de qualidade. O resto está lá: vontade de recuperar o título, organização e um treinador com ideias mais frescas e com um futebol mais pressionante e mais ofensivo. É um candidato assumido ao título como denota a sua entrada na competição.

Crónico candidato ao título, desastrado na época anterior, com novos princípios mas uma estreia amarga: o que se pede ao Sporting?
O Sporting começou mal mas não o excluo da candidatura ao título. Falhou muitos golos e em campo difícil teve arte e engenho para os construir, o que ás vezes é o mais difícil. Paulo Sérgio é um técnico jovem, ambicioso e muito exigente. Há que dar tempo aos jogadores para a adaptação a novos métodos e a nova forma de jogar. A falta de liquidez financeira obriga também a que os leões comprem a conta-gotas e disso se pode vir a ressentir a construção rápida de um conjunto forte.

As contas do título passarão por estas quatro equipas. O que esperar das restantes? Alguma surpresa?
Já não há lugar para muitas surpresas no futebol e para além da luta pelo título, onde estarão Benfica, Sp. Braga, FC Porto e Sporting, haverá a habitual luta pelos lugares europeus. Nessa corrida candidatam-se várias equipas por inerência - Vitória de Guimarães, Marítimo e Nacional -, acreditando que pelo que fizeram nesta primeira jornada possamos acrescentar Académica e Olhanense (grande jogo). Não descartar a capacidade que equipas como o Rio Ave e Vitória de Setúbal possam vir a demonstrar ao longo da temporada, pois são treinadas por dois experientes treinadores e o plantel das duas equipas tem qualidade. As restantes equipas lutarão pela manutenção.

4 Comentários:

Anónimo disse...

O Bernardino Barros que vá fazer comentários para os adeptos do FC Corrupção que é o seu clube do coração. É um dos pseudo-jornalistas desta praça que é incapaz de disfarçar ser comandado pela "voz do dono"

Manuel Oliveira disse...

Se bem que seja dos comentadores que menos gosto de ouvir, pelos motivos expostos pelo anónimo acima, acho que fez uma antevisão correcta do que poderá ser esta época. Sem evidenciar tendenciosismos!

Abraço.
Blog do Manuel

JornalSóDesporto disse...

Grande Análise Caro Bernardino Barros.

Quanto ao Anónimo devia ter a coragem de se assumir além do mais acho que todos os jornalistas tem o clube do coração agora há aqueles que evidenciam mais outros nem por isso mas deixem-se disso pois este campeonato bate mesmo por baixo pois os resultados até agora são muito baixo e fracos espectáculos.

Josue disse...

Forsa Senhor Doutor Bernardino Barros que e um senhor que persebe muito de futebol e conhesse o fenomeno fotebolistico por dentro e por fora e num ligue a esses benficistas frostados que andao para a qui a comentar as suas brilhantes analizes.
Alias ate acho que tem andado um pouco mole (perdoe-me a espressão) com eles havia de apertar mais com eles para verem como e bom hehehe
Seu,
Josue Vitoriano

FUTEBOLÊS © 2008 Template by Dicas Blogger.

TOPO