quinta-feira, 24 de junho de 2010

Minha África: A hecatombe de um Campeão do Mundo

E não é que deu mesmo zebra! A previsão aqui feita na crónica de ontem bateu certa. A Eslováquia venceu a campeã do Mundo em título (ainda o é até ao dia 11 de Julho) e a Itália disse adeus ao certame, com o pobre registo de dois empates e uma derrota. O Japão venceu a Dinamarca e apura-se igualmente para os oitavos. Estão encontradas as surpresas do dia, com Paraguai e Holanda, que se apurou só com vitórias (tal como a Argentina) e já não perde há doze jogos consecutivos. Para o dia ficar mais completo, Robben regressou. Para quem gosta do futebol feito arte, saudemos o seu regresso.

Grupo F - Arrivederci Itália

A Itália sai pela porta das traseiras do Mundial, ela que era a detentora do troféu. Sai sem honra nem glória e com o peso de não ter ganho um único jogo. Lippi assumiu a culpa total reconhecendo que a selecção estava mal preparada fisica, táctica e psicologicamente. Para alguns jogadores italianos é o adeus à selecção, Gattuso é um deles, da pior maneira possível. O Paraguai, primeiro do grupo, passou também aos oitavos, em jogo onde foi sempre mais atacante e onde controlou sempre a partida e o resultado, com a Nova Zelândia a acordar da letargia nos minutos finais da partida, avisada que foi para o trambolhão italiano, fazendo por marcar um golo, que lhe desse a vitória e o apuramento. Pena que não tivesse mais ambição, até porque ficará para a história do Mundial 2010, como a única equipa que foi eliminada da fase de grupos sem qualquer derrota.

Grupo E - Dia de Sushi com sabor a laranja

O Japão conseguiu a proeza da noite, venceu a Dinamarca e conseguiu o apuramento para os oitavos onde vai defrontar o Paraguai. Surpresa não foi, face ao que tinha visto fazer a selecção nipónica frente à Holanda, consolidada hoje em campo, com dois golos de livre e o terceiro em jogada excelente do melhor jogador japonês, Honda. No outro jogo, vitória da Holanda, demonstrando o que já tínhamos escrito, uma equipa compacta: com grande capacidade defensiva (a minha maior dúvida se bem se lembram) e uma organização ofensiva temível, dando-se ao luxo de ter no banco um dos melhores avançados mundiais, Huntelaar, e Robben, que finalmente jogou e bem. Saúde-se o regresso do extremo holandês, jogada individual com remate ao poste e que redundou no terceiro golo laranja, numa altura em que a Holanda vai entrar em jogos mais difíceis.

Regressam os "Navegadores"

Amanhã temos o regresso dos "Navegadores", em jogo frente ao Brasil, e algumas mudanças, em ambas as selecções, são esperadas com os dois seleccionadores a poderem dar minutos a jogadores menos utilizados e que poderão vir a ser importantes na próxima fase. Brasil e Portugal têm o apuramento garantido, restando apenas a questão de quem fica em primeiro lugar. Um aspecto que pode ser importante face a que no emparelhamento pode calhar a Espanha. No grupo dos espanhóis a última jornada será de loucos, com todas as equipas a poderem ainda sonhar com o apuramento, mesmo as Honduras. O meu palpite vai para o apuramento da Espanha e Chile. Aguardemos.
Até amanhã.

1 Comentário:

Tito disse...

Parabéns pelo blog! x)

Convido-te a participar na primeira edição do passatempo 'Treinador de Bancada' do nosso blog.

INSCREVE-TE, CRIA UMA EQUIPA, COMPRA JOGADORES REAIS EM LEILÃO E CONFORME AS SUAS PERFORMANCES REAIS PODES GANHAR A LIGA!

HABILITA-TE A GANHAR PRÉMIOS!

http://desporto360.blogspot.com/2010/06/passatempo-treinador-de-bancada_24.html

Abraço,

A equipa do Desporto 360

FUTEBOLÊS © 2008 Template by Dicas Blogger.

TOPO