quinta-feira, 1 de abril de 2010

Made in England: O brilho de Torres, Tévez e Lampard e o mau Arsenal

Comecemos pelo Arsenal. É o destaque pela negativa da última jornada da Liga Inglesa. Mais uma vez o Arsenal dá voz às críticas e falha em momentos cruciais. Se o Birmingham até tem feito uma época bastante além do esperado, está confortável no meio da tabela em vez de lutar pela permanência, não justifica que uma equipa como o Arsenal se deixe empatar. Com um futebol bonito, fluído e de ataque, ainda a lutar pelo título, não se pode permitir a tais desaires. Como atenuante apenas o facto de este fim-de-semana, os dois primeiros se defrontarem, algo que beneficiará os gunners. Isto se não houver nenhum outro percalço. Há falta de surpresas nos restantes jogos (bem, a vitória por 7-1 do Chelsea sobre o Aston Vila foi surpresa pelos números exagerados!), por isso venham os artistas.

Fernando Torres, Carlos Tévez e Frank Lampard. São eles os grandes destaques.
Começo precisamente nesse jogo dos blues com quatro golos de Lampard. Não é para qualquer um. Pedra basilar deste Chelsea, o carregador de piado joga, faz jogar e marca. Mais um jogo de encher o olho e o Chelsea a mostrar que está vivo e de boa saúde. Segue-se Carlos Tévez com um hat-trick na segunda-feira. Se dúvidas houvesse quanto à troca de clube, dos eternos rivais do Manchester United para o City, Tévez está a mostrar que tinha razão em querer sair. Está a realizar uma época que não encontra paralelo nas que fez em Old Trafford. Recuperou a alegria de jogar mostrando porque o City o desejava e o United não o queria deixar sair.

Finalmente Torres. O Liverpool é, principalmente esta época, Torres e mais dez (certo, talvez esteja a exagerar um pouco...). O rapaz faz maravilhas, trata a bola por tu mas com respeito, carinho e firmeza, é um encanto vê-lo jogar. O Benfica que se acautele, pois num bom dia é quase imparável. Torres está a amadurecer e não me surpreenderá que em breve venha a fazer sombra a Cristiano Ronaldo e Lionel Messi. O primeiro golo no passado fim-de-semana é de antologia. Se tiverem oportunidade vejam e revejam e, com certeza, concordarão comigo. Também se espera muito dele no Mundial 2010.

Para finalizar, aguardamos ansiosamente pela próxima jornada, em particular pelo jogo grande, Manchester United-Chelsea. Se é certo que nada ficará definitivamente decidido, também sabemos que o moral da equipa vencedora, se a houver, ficará em alta e poderá arrancar para um sprint final com vitória no campeonato. A ver vamos. Certa é a ausência de Rooney, o grande beneficiado esta época com a saída de Ronaldo e pedra importante na equipa de Manchester. Venha daí Berbatov para que justificar todo o dinheiro que nele foi investido!...

Made in England é um espaço de opinião quinzenal, assinado por Armando Vieira, que incidirá sobre o mais apaixonante campeonato mundial

Seja o primeiro a comentar

FUTEBOLÊS © 2008 Template by Dicas Blogger.

TOPO