domingo, 14 de março de 2010

Candidatos, obviamente!

Líder. Provisoriamente, mas líder. O Sp.Braga continua a sua caminhada na perseguição do título, jogo a jogo, nunca alargando demasiado os horizontes. Nesta fase, contudo, é impossível que os bracarenses não sejam considerados, ou recusem fazê-lo, como fortes candidatos a vencer o campeonato. Claro que são, é para isso que jogam. Aconteça o que acontecer até final, venha ou não a glória, sejam ou não imortalizados na galeria dos campeões nacionais, entrando num domínio que apenas Belenenses e Boavista conseguiram tirar aos grandes, esta é a melhor época do historial minhoto. Ontem, numa complicada recepção ao Rio Ave, uma das boas equipas deste campeonato, o Sp.Braga construiu mais um triunfo que lhe acalenta a crença num brilharete. Terminado essa temporada de sonho sem morrer na praia.

O Sp.Braga ultrapassa as dificuldades, tem coesão, é eficiente no que faz e, a mais ou menos custo, consegue vencer. É uma ideia que se vem repetindo há vários meses. Os bracarenses não são brilhantes, é verdade, mas conseguem dar a volta às adversidades e, por isso, têm muito mérito. Marcou por Madrid (mais de quatro anos depois, Andrés!...), aos dezasseis minutos, já depois de Tarantini ter ameaçado Eduardo, a partir daí rentabilizou a vantagem, guardou-a e controlou o ímpeto de resposta do Rio Ave. Joga à grande, bem ciente das suas características e dos objectivos que pretende. Mesmo que não consiga sair por cima do duelo com o Benfica, a Liga dos Campeões muito dificilmente deixará de estar bem ao alcance dos arsenalistas. São oito pontos de margem para o FC Porto - os dragões também venceram.

FUTEBOLÊS © 2008 Template by Dicas Blogger.

TOPO