quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Fica lá tu com a pressão...

Ainda que provisoriamente, o Benfica está isolado no primeiro lugar do campeonato, fruto de uma vitória sobre a União de Leiria, em jogo antecipado da vigésima jornada - que apenas se disputará no fim-de-semana de 20 e 21 de Fevereiro, isto é, com uma diferença temporal superior a duas semanas. Foi, portanto, uma decisão inteligente dos encarnados: a equipa conseguiu a vitória, saltou para o topo da tabela e colocou pressão do lado do Sp.Braga, sobretudo, e também do FC Porto. Noutra perspectiva, irá ter també uma pausa entre os dois jogos da eliminatória europeia com o Hertha de Berlim e, por isso, poder preparar mais calmamente a deslocação à Alemanha (dia 25). Os bracarenses, habituados a serem perseguidos, sabem agora que terão de vencer para manterem intacto o sonho.

No mesmo dia em que o Benfica derrotou convincentemente uma União de Leiria demasiado defensiva, por 3-0, o Sp.Braga foi eliminado da Taça de Portugal - exibição cinzenta. A equipa de Domingos Paciência tem, então, somente o campeonato com que se preocupar. Poderá ser benéfico: ao contrário dos outros dois candidatos, Benfica e FC Porto, os bracarenses não terão sobrecarga de jogos. Contudo, após terem saído sem glória da Liga Europa e das taças nacionais, há quase a obrigação de conseguir manter a regularidade, com o fim de alcançar uma boa prestação no campeonato, sob pena de a época findar apenas com uma injecção de moral para o futuro e nada de palpável no currículo do clube. Há, para além disso, as ausências de duas pedras fundamentais: Vandinho e Mossoró.

Por outras palavras, pode-se dizer que, devido aos incidentes na partida com o Benfica, em Outubro, o Sp.Braga perdeu o seu elemento organizador e o jogador mais criativo - embora, claro, a ausência de Vandinho faça mais mossa, pois somente na última jornada poderá estar de regresso às opções. Numa fase tão importante da época, é obrigatório que a capacidade mental dos jogadores esteja fortalecida. Benfica e Sp.Braga, com o FC Porto à espreita de deslizes contrários, sabem que a pressão tem de ser aliviada, atirando-a para o campo do adversário. É isso, precisamente, que começam a fazer. No momento, a bola está do lado dos bracarenses. Resta perceber como reagirão, se conseguirão manter a regularidade até final. A dúvida deste campeonato reside aí.

FUTEBOLÊS © 2008 Template by Dicas Blogger.

TOPO