domingo, 31 de janeiro de 2010

Haja futebol!

Frio na temperatura, cinzento e sem sinais de meteorologia agradável. Fevereiro é assim, aborrecido e triste. Quente como nunca, decisivo, seja para o bem ou para o mal. No futebol português, este Fevereiro será assim. Túneis e polémicas para trás, jogo de bastidores em segundo plano, role a bola. Nos grandes, o tudo ou nada. Nove jogos para Sporting, oito para Benfica e FC Porto, menos para Sp.Braga. Os leões, quinze pontos atrasados em relação ao primeiro lugar, têm o campeonato como uma miragem. Verdadeiramente utópico que a equipa de Carlos Carvalhal ainda consiga recuperar de tão grande desvantagem - tem jogos com Académica (C), Paços de Ferreira e Olhanense (F), terminando com a recepção ao FC Porto. Será, então, quem mais terá em jogo durante este próximo mês.

Campeonato para trás, na procura de salvar a temporada e de ainda conseguir algo de positivo, resta que o Sporting conquiste alguma das provas internas em que está inserido. Terça-feira defronta, no Dragão, o FC Porto para a Taça de Portugal; dia 9 joga em Alvalade a presença na final da Taça da Liga, ante o Benfica. Um clássico e um derby. Pelo meio há a eliminatória com o Everton, adversário da Liga Europa (17 e 24 de Fevereiro, começando em Liverpool). Uma época em jogo, portanto. Benfiquistas e portistas, ambos com os olhos bem postos no campeonato, terão somente menos um jogo do que os leões neste frenético mês: o Benfica por ter sido afastado da Taça de Portugal, o FC Porto por jogar a primeira mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões já em Março.

Para os encarnados, Fevereiro começará na próxima quarta com a partida antecipada frente ao União de Leiria, prosseguirá com a ida a Setúbal, recepção ao Belenenses e findará com deslocação a Matosinhos. Pelo meio, para a Taça da Liga, há a referida eliminatória com o Sporting. Na Liga Europa, o Benfica terá de defrontar, a 18 e 25, os alemães do Hertha de Berlim. Do lado dos dragões, inseridos em todas as provas propostas, há também um mês de altas rotações. Depois de começar por receber o Sporting, para a Taça de Portugal, no campeonato, onde mantém um atraso de seis pontos para o topo, o FC Porto jogará com Naval (C), Leixões (F), Sp.Braga (C) e Sporting (F). Pelo meio defronta a Académica, no Dragão, para a Taça da Liga. Testes decisivos à valia da força portista.

Por fim, o Sp.Braga tem apenas o campeonato e a Taça de Portugal com que se preocupar, pois foi precocemente afastado da Europa e não conseguiu ir além da terceira fase da Carlsberg Cup. Poderá, indiscutivelmente, centrar-se num objectivo e daí retirar vantagem. Líder da Liga, correndo atrás do sonho de se sagrar campeão nacional, os bracarenses ultrapassaram o teste com o Sporting, e terão agora um quadro de jogos bem mais leve do que o dos concorrentes directos: joga fora com Belenenses e FC Porto, recebendo Marítimo e Olhanense. Para a Taça de Portugal, no primeiro jogo do mês de Fevereiro, encontrará o Rio Ave (em Braga). É esta a altura de se apresentarem os candidatos, de se perceber quem realmente possui condições para ganhar.

Um mês que poderá ser meio caminho andado para o sucesso, um mês que poderá deitar uma época por terra. Haja futebol!

1 Comentário:

Jornal Só Desporto disse...

Bom artigo.Espero que as equipas portuguesas tenham todo sucesso na Europa.

FUTEBOLÊS © 2008 Template by Dicas Blogger.

TOPO