sábado, 29 de agosto de 2009

Unidos pela bola

José Bento Pessoa, Figueira da Foz. O FC Porto regressou ao local onde havia sofrido a última derrota para o campeonato. Aconteceu, na época passada, no dia 1 de Novembro. Nessa altura, foi a terceira seguida depois de desaires caseiros com o Leixões e o Dínamo de Kiev. De lá para cá, passaram qualquer coisa como trezentos dias. Ganhando - na maioria das vezes - ou empatando, a equipa de Jesualdo Ferreira não mais averbou uma derrota. No regresso, venceu. Por 3-1. Com justiça, sem espaço a fantasmas tão pouco.

Giuseppe Meazza, Milão. O tetracampeão Inter começou a Serie A com um empate, em casa, frente ao recém-promovido Bari. Na segunda jornada, derby que escalda: Milan-Inter, em San Siro, no estádio que serve de a ambos. Galliani e Berlusconi, altas figuras dos rossoneri, aproveitaram a vitória com o Siena para alimentarem o ego e picarem José Mourinho. A resposta, essa, foi dada no relvado, com uma vitória esmagadora - por quatro golos - do Internazionale. Exibição de gala, deixando à mostra muitas fragilidades do Milan. Querem mesmo fazer mind-games com ele?

Santiago Bernabéu, Madrid. Estádio repleto para a estreia oficial da segunda equipa de estrelas construída por Florentino Pérez. O segundo Florenteam. Ronaldo (marcou hoje, de penalty), Kaká e Benzema são motivos de sobra para levar qualquer espectador a assistir um jogo de futebol. No entanto, neste Real Madrid-Deportivo Corunha, não houve o show de primeira classe pretendida pelos merengues. Seria impossível, neste momento. A equipa ganhou, sim, mas demonstrou ainda falta de um fio condutor do jogo e, acima de tudo, imensas debilidades defensivas. Manuel Pellegrini tem muito trabalho pela frente até encontrar uma verdadeira equipa. Até lá, seja como for, tem individualidades de sobra para resolver. Que luxo!

Angulo e Filipe Menezes. Pouco devem ter em comum. Liga-os o facto de jogarem futebol e, agora, entrarem para clubes portugueses. O primeiro, estava há longos anos no Valencia, é um experimentadíssimo futebolista e foi confirmado como reforço do Sporting após a saída de Rochemback. Um jogador de qualidade, é certo, mas já veterano (trinta e dois anos cumpridos). Menezes é, pelo contrário, um jovem de vinte e um anos de idade. Foi uma das grandes revelações do último campeonato brasileiro e, agora, o Benfica apresentou-o como o décimo reforço para esta época. A ver vamos o que dão. Ambos.

Seja o primeiro a comentar

FUTEBOLÊS © 2008 Template by Dicas Blogger.

TOPO