quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Basileia-Sporting, 0-1: serviços mínimos

O Sporting cumpriu os serviços mínimos, quase obrigatórios em Basileia. É certo que o apuramento já estava confirmado há muito, mas não é bom perder nem a feijões. Ainda por cima quando há milhões em jogo.

Mesmo com a clara diferença entre as duas equipas, o jogo teve duas partes bem diferentes: a primeira foi completamente dominada pelo Sporting, a segunda foi mais dividida e o Basileia teve as melhores oportunidades. Um domínio consentido pela equipa portuguesa que adormeceu no reatamento. Mas já lá vamos.

Debaixo de um frio de cortar, o Sporting não precisou de muito tempo para assumir o controlo do jogo. Com Moutinho a comandar no meio-campo e com Pereirinha muito bem nas subidas, a baliza de Constanzo era o principal foco de interesse. O golo anunciava-se. Por duas vezes, Derlei esteve perto de o conseguir mas não teve arte nem engenho. Não teve Derlei, teve Yannick Djaló que aproveitando um cruzamento de Izmailov empurrou para o fundo da baliza do Basileia. Simples.

Os suiços lá tentaram reagir, mas sem sucesso (equipa fraquinha!). Contudo, no reatamento a equipa portuguesa tirou o pé do acelerador, permitindo ao Basileia chegar à baliza de Tiago. Paulo Bento bem pode agradecer ao guarda-redes a vitória. Não havia necessidade.

Seja o primeiro a comentar

FUTEBOLÊS © 2008 Template by Dicas Blogger.

TOPO