quinta-feira, 4 de setembro de 2008

As crónicas do BB


CAMPEONATO MAIS EQUILIBRADO?

Primeiramente dizer que esta minha colaboração com o blogue FUTEBOLÊS é mensal e procurarei ao longo dos posts enviados, abordar os mais variados aspectos do fenómeno desportivo em Portugal, e não necessariamente só e apenas o futebol. Acrescentar ainda que as opiniões aqui expressas por mim, apenas e só veiculam o signatário e nunca os mentores do blogue.


Como será este campeonato de futebol? Mais equilibrado e mais emotivo? Estou em crer que sim por duas ordens de razões. Primeiro porque a diferença entre os três grandes parece estar mais curta, segundo porque das restantes equipas poderão emergir algumas que poderão intrometer-se na luta pelos lugares cimeiros.


O FC Porto, campeão em título, perde duas importantes referências, Paulo Assunção e Quaresma. Ganha na transferência do extremo o ponto de equilíbrio para a posição seis, Pelé, que poderá acabar de vez, ou não, com a incerteza que reinava na atribuição da posição de trinco. Perde a magia do cigano, mas ganha velocidade na transição ofensiva com a rapidez e objectividade de Rodríguez, para além de ganhar, face ao que se viu nos primeiros jogos, com a contratação de Hulk. A resposta na primazia da candidatura ao título é proporcional à capacidade de adaptação dos novos reforços a uma casa que está habituada a vencer.


O Sporting está mais adulto e por isso mais maduro, com mais e melhores soluções para todas as posições, o que pode proporcionar uma maior tranquilidade, igual por dizer que a equipa não está tão sujeita a oscilações de forma quer por lesões ou castigos, e com isso ser mais consistente na luta pelo título. Não perdeu nenhuma das suas pedras mais importantes, ganhou com as entradas de Caneira e Rochemback, e tem quatro excelentes soluções para o ataque: Liedson e Derlei (os mais titulares) com Djaló e Postiga na espreita das vagas.


O Benfica está este ano mais forte, com boas soluções do meio campo para a frente e com algumas dificuldades na defensiva, que o regresso de David Luiz e a aparição de Sidney poderão ajudar a resolver, libertando o grego Katsouranis para a sua posição natural, trinco. Isto porque pelo que se viu neste inicio de época, essa posição carece de alguém que saiba defender mas que saiba acima de tudo ser o primeiro lançador de um ataque que tem material para assustar qualquer defesa, Aimar, Cardozo, Reyes, Suazo, assim as mazelas crónicas do argentino o deixem de apoquentar e a adaptação do espanhol se faça mais rápida que nos clubes anteriores.


Braga, Guimarães, Setúbal e Nacional poderão ser os mais atrevidos logo a seguir aos grandes.


Começa mal a penalização por vídeo, com um processo sumaríssimo, já transformado pelo Benfica em processo sumário, a Luisão. Não que a agressão não tenha existido, mas porque os meios de análise e visionamento são desiguais. Em cada jornada há no mínimo três jogos que não são televisionados, logo a captação das imagens faz-se com uma só câmara, o que me leva a perguntar se lances semelhantes ao do central encarnado não aconteceram nas seis partidas não transmitidas nas duas primeiras jornadas.A lei é justa se for aplicada de igual forma para todos.

BERNARDINO BARROS

1 Comentário:

tripeiras disse...

meu Deus que blog lindo
esta fantastico msm

FUTEBOLÊS © 2008 Template by Dicas Blogger.

TOPO