terça-feira, 16 de setembro de 2008

Barcelona-Sporting, 3-1: sem ganas!


O Sporting entrou mal na Liga dos Campeões. Muito mal mesmo. O Barcelona a jogar à Cruyff, com apenas três defesas, anulou por completo os leões, que nunca entraram no jogo. E eram eles que estavam em crise não era?

Os primeiros vinte minutos de jogo foram terríveis para os leões. Muito nervosa e errante, a equipa de Paulo Bento praticamente não passou o meio-campo e Messi fez a vida num Inferno à defesa sportinguista. As oportunidades apareceram naturalmente e, na sequência do primeiro canto para o Barça, Rafa Marquez - completamente sozinho - marcou o primeiro. Nada a dizer.
A partir do golo, os blaugrana diminuiram o ritmo e, a espaços, o Sporting tentou pegar no jogo. Mesmo sem criar grande perigo para a baliza de Valdés. Enquanto isso, o Barça continuava a jogar bem, mas com muito desacerto na finalização. Iniesta, Xavi e Messi jogavam e faziam jogar.

OS AUTO-GOLOS DE PAULO BENTO

A segunda parte começou bem para o Sporting. Yannick Djaló ganhou a bola a Dani Alves e colocou-a na área, mas Derlei não aproveitou. Grande oportunidade desperdiçada. Quem não marca sofre e, alguns minutos mais tarde, aos 59, Abel cometeu penalty sobre Eto'o. 2-0 e o jogo parecia arrumado.

Paulo Bento decidiu mexer na equipa. Tirou Yannick, um dos melhores, e colocou Postiga em campo ao lado do apagado Derlei. Depois colocou Veloso no lugar de Romagnoli. Foi a partir desta segunda alteração, que a equipa cresceu. Foi dos pés de Miguel Veloso que nasceu o golo de Tonel, o golo para relançar o jogo. O Barça desnorteou-se, mas o Sporting não conseguiu aproveitar. Muito por culpa de uma má análise de Paulo Bento, que encostou Veloso na esquerda e recuou Moutinho para médio-defensivo. Assim, acabou a pressão do Sporting e os blaugrana jogaram ao seu ritmo. Perto do fim, depois de uma jogada genial, Xavi fez o 3-1.

Incontestável!

Seja o primeiro a comentar

FUTEBOLÊS © 2008 Template by Dicas Blogger.

TOPO